terça-feira, 13 de outubro de 2015

CET implantará, a partir da sexta-feira (16/10), redução de velocidade em vias do eixo Butantã-Centro

Logotipo Programa de Proteção à Vida (PPV)
A Companhia de Engenharia de Tráfego implantará, a partir de sexta-feira (16/10), redução de velocidade na Av. Rebouças, Túnel Fernando Vieira de Melo, Av. Eusébio Matoso e Av. Francisco Morato, onde será regulamentada a velocidade máxima de 50 km/h. Anteriormente, a velocidade permitida era de até 60 km/h. A medida está inserida no plano de redução de acidentes viários do Programa de Proteção à Vida (PPV). Com isso, pretende-se melhorar a segurança dos usuários mais vulneráveis do sistema viário, pedestres e ciclistas, buscando a convivência pacífica e a redução de acidentes e atropelamentos na área.

O Programa de Proteção à Vida foi iniciado em 2013 e busca a redução de acidentes e atropelamentos na cidade ampliando uma série de ações para segurança de todos os agentes do trânsito, especialmente os pedestres. A iniciativa inclui várias frentes como o CET no Seu Bairro, a implantação de Áreas 40, da Frente Segura (bolsões de parada junto aos semáforos para motociclistas e bicicletas), das faixas de pedestres diagonais em cruzamentos de grande movimento e da redução de velocidade máxima para o padrão de 50 km/h nas vias arteriais. Também foram revitalizados os semáforos de 4.537 cruzamentos na cidade. Com isso, pretende-se melhorar a segurança dos usuários do sistema viário, buscando a convivência pacífica entre todos.

Alterações no Sistema Viário

Avenida Rebouças - Regulamentação de velocidade máxima de 50 km/h entre a Avenida Eusébio Matoso e a Rua da Consolação (trecho com 3,3 km de extensão);

Avenida Eusébio Matoso - Regulamentação de velocidade máxima de 50 km/h entre as avenidas Professor Francisco Morato e Rebouças (trecho com 1,0 km de extensão);

Túnel Fernando Vieira de Melo - Regulamentação de velocidade máxima de 50 km/h entre as avenidas Eusébio Matoso e Rebouças (trecho com 0,7 km de extensão);

A Engenharia de Campo da CET vai acompanhar o desempenho da nova medida e orientar o tráfego na região.

Nenhum comentário:

Postar um comentário