terça-feira, 16 de junho de 2015

Secretaria Municipal de Transportes inicia pesquisa inédita sobre a circulação de transporte de cargas na cidade


A Secretaria Municipal de Transportes, por meio da Companhia de Engenharia deTráfego (CET), iniciou hoje (16/06) a primeira Pesquisa de Origem e Destino de Cargas no Município de São Paulo. O objetivo é construir um banco de dados que permitirá conhecer a fundo a circulação de mercadorias na cidade e estabelecer políticas específicas para o setor. Por meio do estudo, o poder público e a iniciativa privada poderão adotar medidas que visam a redução dos custos da logística de transportes e os impactos atmosféricos dos gases causadores do efeito estufa.

O levantamento conta com apoio técnico da  Associação Nacional de Transportes Públicos (ANTP) e financiamento de US$ 2,1 milhões do Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD), que escolheu três cidades brasileiras – São Paulo, Belo Horizonte e Curitiba - para participar do Programa  Sustainable Transport And Air Quality (STAQ).

”Já estamos ampliando o programa de entrega noturna, vamos criar um departamento específico para políticas voltadas ao transporte de mercadorias, inclusive com a participação de representantes do setor, e agora estamos dando início à pesquisa OD de Cargas, que nos ajudará a compreender melhor a circulação de mercadorias na cidade”, declarou o secretário municipal de Transportes, Jilmar Tatto.

O secretário também destacou que o transporte de cargas é essencial e deve ser considerado serviço público para a cidade. A Secretaria Municipal de Transportes vem incorporando políticas para atuar com maior segurança e agilidade em três eixos: calçadas para pedestres, ciclovias e corredores e faixas exclusivas de ônibus. O quarto eixo das ações prevê a criação de políticas específicas para o setor de cargas.

Além de conhecer melhor a matriz de Origem e Destino do Transporte de cargas na cidade, a pesquisa poderá proporcionar maior racionalidade e eficiência na distribuição de mercadorias e no uso da infraestrutura viária da cidade.

A previsão é que os resultados da pesquisa inédita sejam divulgados em dezembro deste ano.


Faixa exclusiva para serviços

Durante o seminário de lançamento da Pesquisa OD de Cargas, o secretário Jilmar Tatto ressaltou que depois da criação das faixas exclusivas de ônibus, que vem possibilitando maior rapidez e conforto nos itinerários dos coletivos, a Secretaria estuda implantar a faixa exclusiva para veículos de serviços como transporte de mercadorias, táxis, motofrete e ambulâncias. “Não temos a decisão de criar já a faixa exclusiva, mas é uma tendência para a cidade de São Paulo. É o coletivo em detrimento do individual, democratizando o espaço público cada vez mais”, disse o secretário.


Fechamento do Minhocão e inauguração da ciclovia na Paulista

As equipes de Planejamento e Operações da CET vão aproveitar o fechamento do Elevado Costa e Silva (Minhocão) no próximo sábado, 20, para testar o impacto no viário no entorno da região.
A via elevada será fechada a partir das 15h do próximo sábado para atividades relacionadas à Virada Cultural. Técnicos da Companhia vão monitorar o comportamento das vias da região para analisar a viabilidade de fechamento do Minhocão aos sábados.
Outro grande evento esperado para este mês é a entrega da ciclovia da Av. Paulista que será realizada no último domingo de junho. A via será totalmente interditada nos dois sentidos entre 10h e 17h do próximo dia 28.
A decisão foi tomada a partir da necessidade de garantir a segurança daqueles que vão participar da inauguração, já que é esperada a circulação de um grande número de pessoas na via, sobretudo de ciclistas.
Durante o evento, agentes da CET irão monitorar o trânsito e orientar os motoristas que circularem pela região. Também serão realizadas atividades educativas para pedestres, ciclistas e motoristas.

Redução da velocidade nas marginais

A redução da velocidade nas marginais Tietê e Pinheiros será adotada no mês de julho. A Secretaria Municipal de Transportes irá aproveitar o período de férias para implantar a medida que visa diminuir o número de acidentes nas duas vias.

Na pista expressa, a velocidade cairá de 90 para 70 km/h. Nos trechos das pistas central e lateral em que a máxima permitida é de 70 km/h, a velocidade irá para 60 km/h e onde a determinação é de 60 km/h, a máxima cairá para 50km /h.

A Secretaria Municipal de Transportes irá promover ações conjuntas com outros órgãos e secretarias a fim de evitar que moradores de rua e vendedores ambulantes, principais vítimas de acidentes fatais nas duas vias, permaneçam em locais de risco.

Secretaria de Transporte por meio da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) dá início à primeira Pesquisa Destido de Origem de Carga de São Paulo

Secretaria de Transporte por meio da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) dá início à primeira Pesquisa Destido de Origem de Carga de São Paulo


Nenhum comentário:

Postar um comentário