quinta-feira, 11 de junho de 2015

Prefeitura de São Paulo apresenta programa Ciclovia SP 400 km em congresso mundial na França


O projeto cicloviário desenvolvido pela gestão Fernando Haddad foi destaque no maior congresso que trata de práticas e políticas públicas voltadas ao ciclismo, o Velo-City 2015, realizado entre os 02 e 05 de junho, na cidade de Nantes, na França, coordenado pela Federação de Ciclistas Europeus e Ministério de Ecologia e Desenvolvimento de Energia do Governo Francês.

A prefeitura de São Paulo esteve representada pelo secretário municipal de transportes, Jilmar Tatto, e pela coordenadora do Departamento de Planejamento e Projetos Cicloviários, Suzana Leite Nogueira, que ministraram a palestra “CicloviaSP - Promovendo o transporte sustentável na cidade”, dentro do painel sobre “Como Usar seu Orçamento para Ciclovias com Eficiência”.

Jilmar Tatto destacou a mudança de paradigma com a implantação das ciclovias na cidade. “Nosso projeto de mobilidade urbana é ousado. Ele insere definitivamente as bicicletas como um modal efetivo de transporte na quinta maior cidade do mundo”. E completou. “Nosso legado é proporcionar maior qualidade de vida aos paulistanos, que aos poucos vão substituindo os carros pelas bicicletas e pelo transporte público”.

A coordenadora de Projetos Cicloviários, Suzana Leite Nogueira, explicou o processo de implantação de ciclovias no Jardim Helena (Zona Leste), Ponte da Casa Verde (Zona Norte) e Avenida Paulista (Cartão Postal), que consolidam este importante trabalho na política de mobilidade urbana da cidade. “Estamos oferecendo à cidade de São Paulo uma nova identidade viária através das bicicletas, que se vão se alinhando aos outros meios de transporte de forma padronizada, segura, pacífica e efetiva”.

Os partipantes também conheceram as linhas gerais do projeto cicloviário, que dentre os benefícios, a partir da ocupação da ciclovia na malha viária, estabelece a integração deste modal de transporte com estações de ônibus, metrô, trem e demais equipamentos públicos (parques, escolas, centros culturais), além das conexões entre trechos por bairros e regiões.

Ao final da apresentação, o secretário afirmou que a cidade de São Paulo entra para o hall das grandes metrópoles, que efetivaram a ciclovia como meio de transporte, implantando 463 km de vias até 2016.

 Jilmar Tatto e Suzana Nogueira apresentam projeto CicloviaSP 400 km em congresso na França

Nenhum comentário:

Postar um comentário