terça-feira, 30 de junho de 2015

Ciclistas e pedestres ocupam a Paulista para a inauguração da ciclovia

O novo equipamento, com 2,7 km de extensão, foi entregue pelo prefeito Fernando Haddad e o secretário municipal de transportes, Jilmar Tatto. O traçado faz parte da malha cicloviária, que alcançou 334,9 quilômetros e vem sendo ampliada na cidade.

Milhares de ciclistas vieram de todas as regiões da capital, de outros municípios e várias partes do país para acompanhar a inauguração da ciclovia em um dos mais conhecidos cartões postais de São Paulo: a Avenida Paulista. O espaço foi transformado em um grande ponto de encontro e diversão.

A atração pela nova ciclovia fez o assessor comercial, Arlindo Novaski, 62, se deslocar do bairro de Santana, na Zona Norte, para curtir a novidade. “Estou maravilhado com a beleza desta ciclovia, vou pedalar todos os finais de semana aqui”, afirmou.

Para a aposentada, Malvina da Silva, 64, que veio de Brasília, a ciclovia é nota 1000. “Não existe em nenhum lugar ciclovia mais linda do que a da Paulista, é uma beleza feita com carinho pela prefeitura”, afirmou.

O prefeito Fernando Haddad e o secretário municipal de Transportes, Jilmar Tatto, pedalaram na nova via acompanhados por muitos ciclistas. Haddad destacou que a ciclovia da Avenida Paulista é um marco para a cidade. “Entregamos aos paulistanos esta ciclovia, que é o maior símbolo da mudança de cultura que pretendemos implantar no trânsito, com convívio pacífico e qualidade de vida com a presença das bicicletas”, disse.

Para Jilmar Tatto, a ciclovia é uma conquista “de todos os cidadãos que gostam da cidade de São Paulo”, lembrando sua relevância para a malha cicloviária, “como um eixo importante de ligação às regiões Sul, Leste e Central”.

Secretário Jilmar Tatto (de vermelho) e Prefeito Fernando Haddad (de capacete) pedalando na ciclovia da Avenida Paulista.

Secretário Jilmar Tatto (de vermelho) e Prefeito Fernando Haddad (de capacete) pedalando na ciclovia da Avenida Paulista.

O eixo da ciclovia da Paulista inclui mais 800 metros do trecho da Avenida Bernardino de Campos, que está em implementação e deverá ser entregue no próximo mês. Esse trajeto completo está orçado em R$ 12,2 milhões com recursos provenientes do Fundo Especial do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, vinculado à Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente.

Ainda no domingo (28), também foi aberta a ciclovia na Rua Itápolis, com 1,7 km de extensão, como um dos principais eixos de ligação com a região Oeste da cidade.

Fechamento aos domingos

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) está estudando o fechamento da Avenida Paulista aos domingos para o uso exclusivo de pedestres, ciclistas e demais usuários da ciclovia. Tatto avalia a possibilidade como positiva. Técnicos da CET estão estudando a viabilidade da proposta.

“Seria bom fazer da Paulista, aos domingos, um grande parque, onde as pessoas pudessem passear com tranquilidade, com segurança, do ponto de vista da circulação viária, não há dificuldade nenhuma”, afirmou o secretário.

Caso, no futuro, haja o fechamento da Paulista aos domingos, seria possível montar uma operação especial para acesso aos hospitais da região. Para os moradores, poderia ser concedida autorização especial, assim como para o comércio e hotéis.

Ciclistas aguardando a inauguração da ciclovia da Avenida Paulista


Ciclistas pedalando na ciclovia da Avenida Paulista
Inauguração da ciclovia da Avenida Paulista: pedestres e ciclistas ocupam os dois sentidos da via.

Nenhum comentário:

Postar um comentário