sexta-feira, 18 de julho de 2014

Mais ciclovias estão funcionando no Centro

Novo trecho foi entregue na manhã de 18 de julho.
O percurso dá continuidade aos anteriores e proporciona integração com o Terminal Princesa Isabel e a Sala São Paulo (Estação CPTM Júlio Prestes). A cidade já tem 10,5 km implantados neste ano.



Logotipo Ciclovia SP
O Centro Histórico da capital paulista ganhou na manhã desta sexta-feira, dia 18, o terceiro trecho de rede cicloviária criado nesta gestão municipal: são mais 2,6 km de ciclovia bidirecional que estão funcionando nas alamedas Nothman e Cleveland bem como na Rua Guaianases.
Com esse traçado, até o momento, foram implantados 9,8 km de ciclovias na cidade pelo atual governo. A pista proporciona conexão com a Sala São Paulo e o Terminal de Ônibus Princesa Isabel.
De acordo com o Secretário Municipal de Transportes, todos os novos trechos de ciclovias, dentro da meta de 400 km previstos até o fim de 2015, deverão ser interligados. "A ideia é ir conectando as ciclovias com os terminais de ônibus, metrô, trem, entre as praças, escolas e hospitais. Dessa maneira, será possível fazer ciclovias radiais do Centro até os bairros e também perimetrais. Depois, os trajetos terão ligações nos bairros", explicou. Para demarcar esse novo trecho, foram usados cerca de 7 mil m² de sinalização horizontal, e  210 placas de sinalização vertical de regulamentação e advertência. Em todos os cruzamentos do novo percurso, há travessias rodocicloviárias.

Mapa da Ciclovia na Região Central

Foto do trecho da ciclovia inaugurado.

E também na Zona Norte

Com 700 metros de extensão, a pista, na Avenida Cruzeiro do Sul, interligará as estações do metrô Santana e Tucuruvi.
Os ciclistas da cidade, especialmente da zona Norte, ganharam a ciclovia da Av. Cruzeiro do Sul. São 700 metros de extensão construídos pela Subprefeitura de Santana/Tucuruvi no canteiro central da via. A obra, feita em parceria com a CET, está localizada no trecho entre a Rua Coronel Antônio de Carvalho e a Avenida General Ataliba Leonel.
Para o ciclista Alex Gomes, que pedala cerca de oito quilômetros por dia para chegar ao trabalho, a iniciativa da Prefeitura vai de encontro com as necessidades de uma cidade como São Paulo. "Acho fundamental o aumento de espaços destinados para nós ciclistas e a inserção das bicicletas como elemento de transporte".
Nesta gestão, a cidade ganhou, até agora, 10,5 km de vias destinadas aos ciclistas (já contando com esses 700 metros). Em 2014 deverão ser entregues cerca de 200 quilômetros de percursos cicloviários na capital Paulista. A meta da Prefeitura é viabilizar uma rede de 400 quilômetros até o fim de 2015.

Nenhum comentário:

Postar um comentário